Um dia destes  

Posted by Maya Gaarder in

Num dia, que não este, vais dizer-me o que quero ouvir, mesmo que as comportas da barragem se abram e uma nova albufeira apareça.
Num dia, que não este, vou ter a coragem de dizer o que penso.
Num dia, que não este, vou fazer o que deve ser feito.
Num dia, que não este, vou deixar de mentir, vou dizer que não, não estou bem.
Num dia, que não este, vou aceitar que não posso racionalizar sentimentos.
Num dia, que não este, vou aparecer à tua porta, de mala na mão à espera de um para sempre.
Nesse dia, vou acordar como sempre, com saudades de ti, de nós. Vou abrir os olhos e saber, que o dia chegou. Ainda não é hoje, o dia, mas em breve.

This entry was posted on quarta-feira, junho 8 at quarta-feira, junho 08, 2011 and is filed under . You can follow any responses to this entry through the comments feed .

2 Devaneios

Um dia desses eu farei a mesma coisa que você!

Um abraço carinhoso

13 de junho de 2011 às 18:10

Um dia...

Acontecerá tanta coisa...

Mas por muito planeado (ou sonhado) que as coisas sejam...

No momento... Tudo o que acontecerá poderá não ser nada do imaginado, do sonhado...
E poderá ser bem melhor...

Gostei!... :)

Beijitos :)

2 de julho de 2011 às 15:19

Enviar um comentário